• 24 mar 17

    Campanha lançada pelo Ministério da Saúde busca conscientizar população quanto a importância de aderir ao tratamento contra a Tuberculose

    O Ministério da Saúde lançou na sexta-feira, 24/03, Dia Mundial de Combate à Tuberculose (TB), uma campanha para conscientizar a população quanto a importância de aderir e completar o tratamento.

    Embora tenha havido uma redução da incidência da doença no Brasil de 14,1% nos últimos 10 anos, a tuberculose ainda merece atenção. Para saber mais acessem http://bit.ly/2n2l09w

    Reuni algumas informações importantes para esclarecer quanto à doença, que pode impactar a população idosa:

    A tuberculose (TB) é causada por bactérias (Mycobacterium tuberculosis) que afetam mais frequentemente os pulmões.

    Trata-se de uma doença curável e evitável.

    A TB é transmitida de pessoa para pessoa por meio do ar. Quando pessoas com TB pulmonar tossem, espirram ou cuspir, propelem os germes de TB para o ar. Uma pessoa precisa inalar apenas alguns desses germes para se infectar.

    Tabagismo, consumo de álcool, diabetes, HIV são alguns dos fatores de risco associados aos casos de tuberculose. Quando a população está em situação de pobreza, desnutrição, moradias precárias e saneamento fragilizado, este quadro pode ser agravado.

    De acordo com a Organização Mundial da Saúde (World Health Organization (WHO)) a tuberculose afeta principalmente adultos em seus anos mais produtivos. No entanto, todas as faixas etárias estão em risco. Mais de 95% dos casos e mortes ocorrem em países em desenvolvimento.

    A OMS estima que mais de um terço (4,3 milhões) de pessoas com tuberculose não são diagnosticadas o que inviabiliza o acesso aos cuidados necessários.

    O consumo de tabaco aumenta consideravelmente o risco de tuberculose e morte. Mais de 20% dos casos de TB em todo o mundo são atribuíveis ao tabagismo.

    Os sintomas comuns de TB pulmonar ativa são tosse com expectoração e sangue às vezes, dores no peito, fraqueza, perda de peso, febre e sudorese noturna. microscopia detecta apenas metade do número de casos de TB e não consegue detectar a resistência aos medicamentos.

    Consulte seu médico!

Categorias